LINKS PATROCINADOS

Mais um post que rendeu tema para um outro. Dessa vez foi a Sarita Rodrigues quem mandou um comentário para esse post aqui. Ela disse o seguinte:

Olá, Gabriel.

Minhas angustias são outras. Estou na 3º fase de pedagogia, e meu problema é em querer descontrair na hora da apresentação ou, na verdade, apresentar uma dinâmica legal para a turma, para que ela entenda na prática e para que a apresentação seja diferenciada.

Será que podes me ajudar?

Desde já, muito obrigada!

O pedido da Sarita complementa o primeiro post. Se você já leu o primeiro artigo ou tem convicção que faz uma boa apresentação, está na hora de tentar deixá-la descontraída.

A Sarita falou sobre dinâmica de grupo. Eu acho essa questão um tanto complicada. Fica difícil formular uma dinâmica de grupo genêrica que sirva para todo tipo de trabalho ou que seja de fácil adaptação a qualquer tema.

Creio que as dinâmicas são muito ligadas aos seus respectivos temas. Dinâmicas de grupo usadas em apresentações de trabalhos relacionados à recursos humanos, organização ou liderança provavelmente são seriam apropriadas para serem utilizadas quando se fala de algo ligado a engenharia mecatrônica, por exemplo.

LINKS PATROCINADOS

✔ Conheça as principais dicas para quem está assumindo um cargo de gerência.

A dica que dei à Sarita por e-mail foi de que deixasse de lado as dinâmicas, recorrendo a elas apenas em último caso, para não correr o risco de ver colegas de sala preguiçosos ou tímidos para participar, o que fracassaria seu esforço.

Na minha opinião, as melhores atitudes para fazer uma apresentação descontraída são:

  1. Dominar o assunto: Quando você sabe realmente do que está falando, pode explanar sobre o assunto de trás para frente, de cima para baixo, do jeito que bem entender. Dominando perfeitamente o assunto, sua segurança na apresentação será tão grande que te permitirá fugir do assunto momentaneamente, contando uma piada ou citando um caso como exemplo, e voltar para o mesmo tranquilamente. Isto já tirará um grande peso da apresentação;
  2. Treinar muito: Não adianta saber muito sobre o tema quando não se sabe como começar ou como condizir esse conhecimento em forma de palestra. Após dominar o assunto, treine a apresentação de frente para o espelho ou para pessoas de sua confiança. O que faz os palestrantes mais famosos serem tão bons no que fazem não é, exatamente, seu super talento, mas a prática que têm para apresentar.

Se você é uma pessoa bem humorada e que sabe como citar uma piada ou situação engraçada, pode fazer isso uma ou duas vezes durante a apresentação. Se você não sabe contar piadas, não arrisque! É muito constrangedor quando você tenta fazer graça diante do público e ele não ri, ou pior, ri de você e não da piada.

✔ Veja também como desvendar a linguagem corporal.

A melhor forma de se conduzir uma palestra divertida e leve, tanto para o apresentador quanto para a platéia, é transferindo essa leveza  para o assunto. Esse “poder” só é conquistado quando se está craque no assunto!

LINKS PATROCINADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui